Ministério Universidades Renovadas

Ministério Universidades Renovadas
Grupo de Oração Universitário

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Evento: Flavinha dia 1 de agosto de 2010



O grande dia está chegando, mais de 2 anos de espera e agora está de volta à Recife uma das maiores vozes femininas da música Católica:
Flavinha, com o seu novo show "JESUS REINA",
uma mega estrutura, muitas surpresas, música e adoração.
Será no dia 01/08/2010 as 15:00h na quadra do cólégio Nobrega, uma tarde de muita animação e alegria.
Abrindo o show, o Ministério de Música Tehiat liderado por Reginaldo e depois do show se você está pensando em ir para casa desista, teremos cristoteca com o D'j Guga com um jogo de luz muito especial.
Você não pode perder!!!!

O pegador - Atos 2 Comunicação e Arte RCC

Envie para seus amigos, visite nosso NOVO SITE www.atos2.net



Aborto: você decide! - Atos 2 Comunicação RCC

Envie para seus amigos, visite nosso NOVO SITE www.atos2.net

Evento: Enchei-vos do Espirito de Deus 2010!!!

Tema: Proclama a Palavra, anuncia a Boa notícia (II Tm. 4, 1-5)

Data: 25/07/2010 (Domingo)

Local: Chevrolet Hall

Presença: Assis Rocha (Comunidade Obra de Maria) Frei Josué, Hamilton Apolônio

(C. Boa Nova), Dom Fernando Saburido, Dupla DDD, Dj Ângelus.

Realização: RCC Arquidiocese de Olinda e Recife

Informações: (81) 3441 1308 / 8875 4246 / 9271 7898 ou

gracasamorim@yahoo.com.br

domingo, 13 de junho de 2010

Festa Junina!


Um santo muito comemorado no mês de junho é São João. Esse santo é o responsável pelo título de "santo festeiro", por isso, no dia 24 de junho, dia do seu nascimento, as festas são recheadas de muita dança, em especial o forró. No Nordeste do País, existem muitas festas em homenagem a São João, que também é conhecido como protetor dos casados e enfermos, principalmente no que se refere a dores de cabeça e de garganta. Alguns símbolos são conhecidos por remeterem ao nascimento de São João, como a fogueira, o mastro, os fogos, a capelinha, a palha e o manjericão. Existe uma lenda que diz que os fogos de artifício soltados no dia 24 são "para acordar São João". A tradição acrescenta que ele adormece no seu dia, pois, se ficasse acordado vendo as fogueiras que são acesas em sua homenagem, não resistiria e desceria à terra. As fogueiras dedicadas a esse santo têm forma de uma pirâmide com a base arrendondada. O levantamento do mastro de São João se dá no anoitecer da véspera do dia 24. O mastro, composto por uma madeira resistente, roliça, uniforme e lisa, carrega uma bandeira que pode ter dois formatos, em triângulo com a imagem dos três santos, São João, Santo Antônio e São Pedro; ou em forma de caixa, com a figura de São João e o carneirinho. João é considerado o santo mais próximo de Cristo. Além de ser seu parente de sangue, Jesus foi batizado por João nas margens do Jordão.
São João Batista era filho de Zacarias e de Isabel, ambos de estirpe sacerdotal. Sabemos pelas palavras do Anjo Gabriel, que João (cujo nome significa "Deus é propício") foi concebido aos dois cônjuges em idade avançada. Já vaticinado na Escritura como o percussor do Messias, João tinha o caráter forte de Elias. A sua missão de fato será semelhante "no espírito e no poder" aquela do profeta Elias, enviado para preparar5 "um povo perfeito" para o advento do Messias. A criança que vai nascer percebe a presença de Jesus "estremecendo de alegria" no ventre materno por ocasião da visita de Maria à prima Isabel. Enviado por Deus para "endireitar os caminhos do Senhor", foi santificado pela graça divina antes mesmo que seus olhos se abrissem à luz. "Eis - diz Isabel repleta do Espírito Santo, a Maria - quando tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria em meu ventre".

Conforme a cronologia sugerida pelo Anjo Gabriel (este é o sexto mês para Isabel), o nascimento do precursor foi fixado pela Igreja latina três meses após a Anunciação e seis meses antes do Natal. A celebração da Natividade do Batista é, com a do nascimento de Jesus e de Maria, a única festa litúrgica que a Igreja dedica ao nascimento de um santo. São João Batista é o primeiro santo venerado na Igreja universal com festa litúrgica particular, em data antiqüíssima. Santo Agostinho nos diz que o santo era comemorado a 24 de junho na Igreja africana.

A história da redenção de São João Batista está entre as personalidades mais singulares: é o último profeta e o primeiro apóstolo, enquanto precede o Messias e lhe dá testemunho. "É mais que profeta - disse ainda Jesus. É dele que está escrito: eis que envio o meu mensageiro à tua frente; ele preparará o teu caminho diante de ti".

Castigador da hipocrisia e da imoralidade pagou com o martírio o rigor moral que ele pregava. A 29 de agosto, a Igreja lembra protótipo do monge e do missionário.

Viva São João!!!!

Evento: Jovem mostra tua cara



JOVEM MOSTRA TUA CARA

Tema: Você é livre?
Data: 28 e 29 de Agosto de 2010
Local: Colégio São José - Boa Vista
Passaporte com Camisa: R$ 10,00
Só Passaporte: R$ 5,00
Alojamento para Pessoas que vem do interior: R$ 20,00 com Camisa, Jantar do Sábado e Café da Manhã do Domingo.
Animação: Ministério de Música Recado de Cristo (Setor N)
Pregadores: Padre Vandilson (Comunidade Obra de Maria)
Sérgio (Fundador da Comunidade Resgate)
Toninho (Ministério Jovem - Setor O)
Marcelo (Ministério Jovem - Setor N)
Workshops: Família / Sexualidade / Internet / Ocutismo
OBS: Haverá Noite Carismática

terça-feira, 1 de junho de 2010

Momentos do Amor de Deus - RUAH!!!

UFPE

Louvor e acolhida

CAC


Prédio de Biologia




CAC

UFRPE - Pe Pedro Jorge - Tiúma





FAFICA - Caruaru

UPE foi bom demais....

sábado, 29 de maio de 2010

Em breve fotos da Semana Missionária!!!!!!

O Amor, Amou! - Semana Missionária RUAH!

Do dia 24 ao dia 28 de maio vivemos a experiência de kerigmar nas universidades federal, rural, FAFICA e UPE de Nazaré da Mata. Nossa perspectiva de evangelizar e de anunciar a Boa Nova a estudantes, professores e funcionários não poderia ser outra senão a melhor!
Deus se fez presente em cada um de nós no momento da oração, de louvores, de súplicas e de partilhas, enviou-nos seu Espírito Santo para capacitar-nos e nos dar a coragem de chegar até o próximo que necessitava de uma palavra de esperança. Tantos nos diziam: "Eu precisava de oração", "Tenho dificuldades em minha vida", e nós perguntávamos: "Podemos orar por você?" e a resposta: "SIM!" fazia a obra de Deus acontecer em cada uma daquelas pessoas!

Glórias a ti Senhor!!!
Para sempre!

UFPE, UFRPE, FAFICA - Caruaru e UPE Nazaré da Mata estiveram juntos neste momento que vai deixar saudades e marcas em cada um que fez parte deste projeto de amor!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Formação em São Lourenço da Mata - 16 e 17 de maio





Universidades Renovadas
Essa não podia ficar de fora...rsrssr Dj Marcelo!
A Alegria do Senhor é nossa força!!!
Formação com Ir. Kleber
UPE, UFRPE, UFPE e FAFICA - Caruaru
São Bento animando nossa festa!

domingo, 16 de maio de 2010

Santa Missa na UFRPE - Semana Missiionária/RUAH!

Olá pessoal!!!!!!!!!!!

É com grande alegria que viemos comunicar que no dia 26/05/2010, às 19:00 horas, na UFRPE, acontecerá a nossa Santa Missa!! Em razão da Semana Missionária, poderemos nos alimentar da palavra e da eucaristia na nossa faculdade, olha que graça mais linda Deus nos concede!!!

Não dá para ficar fora dessa graça não é! Então vamos todos sedentos em receber o Senhor para a nossa Santa Missa. Contamos com todos os universitários e servidores sem exceção... por isso vamos bombar na divulgação... você universitário, profissional e professor, vamos vestir a camisa da Santa Missa e ir com tudo...


Que Nossa Senhora proteja a cada um e guie nossos caminhos em direção a JESUS!

Nossa Senhora Rainha da Paz Rogai por nós!

"UM ABRAÇO" FRATERNO a todos!

Deus nos abençoe!

domingo, 2 de maio de 2010

Projeto Ruah 2009 em Uberlândia

Projeto RUAH: Deixa o amor amar!


Deus suscitou por meio de um apelo de Dom Alberto Taveira, arcebispo de Palmas, Tocantins, uma ação missionária, denominada Ruah, nas universidades da cidade por ocasião do Encontro Nacional Universidades Renovadas (ENUR).
A provocação de Dom Alberto deu origem ao
"Projeto Ruah", que aconteceu pela primeira vez de 17 a 23 de agosto de 2009 consistindo em uma semana evangelizadora nas universidades de todo o Brasil, por meio de arrastões, GOUS/GPP, evangelização feita por duplas de missionários, missas, Alegra-tes, Noite de confissões, panfletagem, missão querigmática nos setores administrativos, entre muitas outras ações. Neste ano a segunda edição do Projeto Ruah acontece neste mês de maio em todo o Brasil.

Vamos evangelizar, vamos levar a palavra de Deus a nossos irmãos que ainda não conhecem Jesus.

A origem do Terço


Chama-se terço (5 dezenas) porque é a terça parte do rosário (15 dezenas). Vejamos um pouco da história do rosário: segundo consta, o rosário teve suas origens na Irlanda, no século IX. Naquela época, os 150 salmos de Davi eram uma das formas mais usadas de oração entre os monges. Os leigos, não sabendo ler, contentavam-se em ouvir a recitação dos Salmos.

Por volta do ano 800, começou a surgir o costume, entre os leigos, de recitarem 150 “Pai-nossos” (texto bíblico). No início os devotos usavam uma bolsa de couro com 150 pedrinhas para contar as vezes que repetiam a oração. Mais tarde começou a ser usado um cordão com 50 pedacinhos de madeira. É a origem do instrumento que chamamos de terço.

Em 1072 São Pedro Damião menciona que já era costume, em sua época, recitar, em forma de diálogo, 50 vezes a saudação angélica (primeira parte da Ave-Maria).

Durante o Sec. XIII apareceu o costume de se recitar 150 louvores a Maria (breves pensamentos lembrando as virtudes e glórias de Nossa Senhora). Neste período aparece a palavra rosarium que significa buquê de rosas.

Por volta de 1365, Henrique Kalkar agrupou as 150 saudações angélicas em dezenas, intercalando um Pai-Nosso em cada grupo de 10 Ave-Marias. Desta data até 1470 foram feitas outras modificações.

A partir de 1470, apareceram os dominicanos como os grandes propagadores desta forma simples de oração. A cada uma 150 Ave-Marias correspondia um pensamento bíblico.

Por volta de 1500, teve origem a xilogravura. Como o analfabetismo continuava a imperar, usava-se reproduzir em madeira as cenas evangélicas para meditação. Usavam-se 15 cenas bíblicas correspondentes a cada dezena de Ave-Marias.

Durante os séculos XVI e XVII generalizou-se o costume de se explicitarem apenas os 15 pensamentos relativos a cada dezena.

Por volta de 1700, São Luiz de Montfort consagrou a forma de se ler um pensamento mais longo, narrando a cena Bíblica e sugerindo atitudes práticas a cada dezena de Ave-Marias. Convencionou-se chamar cada um destes pensamentos de “mistério”. É a forma mais conhecida hoje, o rosário com 15 mistérios.

Hoje se reza mais o terço, os mistérios foram divididos em quatro partes, cada qual com 5 meditações: nascimento e infância de Jesus (mistérios da alegria), paixão e morte (mistérios dolorosos), ressurreição e ascensão (mistérios gloriosos).

Ao celebrar 24 anos de pontificado, no dia 16/10/2002, o Papa João Paulo II assinou a carta apostólica Rosarium Virginis Mariae em que acrescenta, ao rosário, os cinco Mistérios da Luz, inspirados na vida pública de Jesus.

O terço nos coloca diante da Santíssima Trindade e de Maria, e é também uma oração inspirada na Bíblia, como podemos observar: reza-se 5 vezes o Pai-Nosso (ensinado por Jesus) e 50 vezes a Ave-Maria (que contém a saudação do anjo e de Izabel a Maria). A oração central do terço é Jesus.

No terço não se trata de repetição mecânica de palavras. O grande segredo do terço está na meditação dos mistérios de nossa redenção, vividos por Jesus e Maria. Os grandes Santos rezavam o terço. O Papa reza. A Igreja recomenda a todos. A Bíblia não se opõe em aspecto nenhum com relação ao terço, ainda mais sendo Jesus a oração central dele.

Estamos em Maio, mês da Mãe mais amada!

O mês de maio é dedicado, de modo particular, a Nossa Senhora e a todas as nossas queridas mães. Todas as vezes que nos predispomos a falar de Maria nos reportamos sempre à história do amor de Deus por nós. Encontramos na face de Maria a face de um Deus terno e amoroso, a face materna de Deus.

A Sagrada Escritura nos apresenta Eva como a mulher que não atendeu ao projeto de Deus e se distanciou da graça (cf. Gn 3), tornado-se a mãe do ser humano decaído. Deus, no entanto, “quis salvar o que estava perdido” (Lc 19,10) e foi ao encontro do ser humano para restabelecer os laços e resgatá-lo das trevas. Maria, deste modo, é o ser humano que colabora com este projeto amoroso de Deus. Nela Deus prepara uma nova Eva, a nova mulher, o novo ser humano. Maria é verdadeiramente precursora da humanidade redimida, pois nela nenhum pecado fez morada.

Dizendo “Fiat” ao projeto de Deus, Maria Santíssima se torna espelho para a humanidade,– uma mostra do poder e da graça do Deus Altíssimo. Ai esta o fato porque a honramos e veneramos como rainha e mãe protetora, pois ela se torna receptiva do plano de Deus que regenera todas as coisas. É a maternidade a sua grande honra, sua vocação. Tudo na Mariologia gira em torno da Teotokos – Maria é a Mãe de Deus. A Maternidade Divina é a fonte de todos os privilégios com os quais Deus a adornou – “Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram!” (Lc 11, 27). Louvando a Maria, o fiel honra nela o seu Filho Jesus autor e fonte de toda graça.

Desde criança aprendi a amar Nossa Senhora. Visitava todos os dias um oratório de uma vizinha onde se podia contemplar a imagem de Nossa Senhora da Conceição. Era tão bela aquela imagem de Maria. Uma outra vizinha me recordou que eu chorava para ver uma imagem de Nossa Senhora que ela tinha no quarto – chorava porque nem sempre me deixavam vê-la, pois tinham medo de que eu acabasse por quebrá-la. Mas recordo que na juventude esta devoção se intensificou com a ajuda de um grande santo da Igreja – trata-se do baluarte de minha vocação sacerdotal São Maximilano Maria Kolbe.

Através da leitura de uma revistinha fundada por ele, intitulada “Cavaleiro da Imaculada”, fui aperfeiçoando meus conhecimentos sobre a Mãe do Céu. Tive ajuda também de um grande Mariano chamado João Paulo II. Foi no pontificado deste Papa, que consagrou seu apostolado a Maria com o “Totus Tuus”, que me formei no seminário para ser também apóstolo da Imaculada. Nestes anos de vida sacerdotal sinto Maria caminhando comigo. Maria tem os sacerdotes como filhos prediletos, e eu sou extremamente feliz por ser sacerdote da Igreja de Cristo e por ter Maria como mãe e confidente.

Tenho procurado fazer do meu sacerdócio uma ponte para que muita gente chegue a conhecer mais profundamente o amor de Maria pela humanidade. Tenho dito em minhas pregações: Minha missão é fazê-los amar Jesus Eucarístico, Nossa Senhora e nosso Pai São José – se consigo isto serei o sacerdote mais feliz do mundo. Meu apostolado também esta consagrado a Maria – o fiz no dia da minha ordenação com a oração mais antiga que se conhece dedicada a Nossa Senhora: “Sub tuum praesidium confugimus, Santa Dei Genitrix”.

Esta me dando grande alegria, o êxito do terço dos homens que começamos em nossa Paróquia. Já são muitos os que têm vindo participar com fervor. Os testemunhos de pais de famílias que mudaram de vida depois desta oração me comovem.

Neste mês mariano a imagem de Nossa Senhora sairá da Igreja visitando as famílias, levando a benção e a paz. A família rezará diante da imagem da Mãe querida e se fortalecerá na caminhada. Lembremos de todas nossa mães e dirijamos uma fervorosa prece a Maria para que derrame sobre todas copiosas bênçãos de muita saúde e paz.

Pe. José Hunaldo Feitosa
hunaldof@globo.com


Retirado do site http://www.acaojose.com.br/displaycol_infoh.asp?id=5016&categ=Colunista&sessao=Hunaldo em 2 de maio de 2010

domingo, 25 de abril de 2010

Viver pra mim é Cristo



Belíssima música, vale muito a pena!

Boa semana


Esta semana desejo a todos e a todas que o Amor de Nosso Senhor Jesus Cristo nunca seja esquecido e nem ofuscado pelas dores que o mundo muitas vezes nos trás, mas que ao contrário, Ele seja a nossa força e a nossa alegria!

.........................................................................................
O amor de Deus nos fortaleça a cada dia!!!!!!!

Boa semana Luquinhas!
Paz e Bem

Curiosidades da Bíblia

"BÍBLIA" vem do grego "Biblion" (que significa "livro"). O plural de "biblion" é BÍBLIA (que significa simplesmente "LIVROS).

- O Autor da Bíblia é Deus.

- O Intérprete da Bíblia é o Espírito Santo.

- O assunto central da Bíblia é Jesus Cristo.

- A Bíblia é o livro mais editado e vendido do mundo.

- A Bíblia é o livro mais lido do mundo.

- Número Total de livros da Bíblia: 66 livros.

- 39 no Antigo Testamento, 27 no Novo Testamento.

- 66, 39 e 27 são todos múltiplos de 3, o número da perfeição.

- Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento (sem a inclusão dos apócrifos) estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional.

- O Velho Testamento é cerca de três vezes e meia maior do que o Novo Testamento

- Os livros de história cobrem metade do Velho Testamento

- Os livros de poesia cobrem um quinto do Velho Testamento

- Os Evangelhos ocupam quase a metade do Novo Testamento.

- O Pentateuco (os primeiros cinco livros escritos por Moisés) é quase do tamanho do Novo Testamento

- O Antigo Testamento foi escrito em hebraico, com exceção de algumas passagens em Esdras, Jeremias e Daniel que foram escritas em aramaico.

- O Novo Testamento foi originalmente escrito em Grego.

- Existem, aproximadamente 2.800 línguas e 3.000 dialetos, mas a Bíblia já foi vertida, em parte, em 1.500 línguas e dialetos. A Bíblia inteira só está traduzida em cerca de 330 línguas.

- Inicialmente, os escritos da Bíblia não eram divididos em capítulos e versículos; a divisão em capítulos só veio a acontecer no ano 1250 d.C., pelo Cardeal Hugo de Sancto Caro, monge dominicano, que dele se serviu para a sua concordância com a Vulgata. Alguns pesquisadores atribuem essa divisão também a Stephen Langton, falecido em 1228. No ano de 1551, Robert Stephen fez a divisão em versículos, publicando a primeira Bíblia, assim dividida em 1555, a Vulgata.

- Em 1525, Jacob Bem Haim, na Bíblia Bomberg, em Veneza, tambémhavia dividido o Antigo Testamento em versículos.

- Nenhum dos livros da Bíblia recebeu qualquer título na época em foram escritos. Os títulos dos livros vieram muitos anos depois que os livros já estavam circulando.

- A palavra Bíblia vem do grego, através do latim, e significa: livros.

- A Bíblia já foi traduzida por mais de 1500 línguas e dialetos.

- A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).

- No ano de 1250 o cardeal Caro dividiu a Bíblia em capítulos, que foram divididos em versículos no ano de 1550, por Robert Stevens.

- A Bíblia inteira foi escrita num período que abrange mais de 1600 anos.

- É uma obra de cerca de 40 autores, das mais variadas profissões: de humildes agricultores, pescadores até renomados reis.

- O Livro mais antigo da Bíblia pode não ser o Gênesis, mas o livro de Jó. Se é o mais antigo, pode ser que tenha sido escrito por Moisés, quando esteve no deserto, portanto décadas antes do Pentateuco.

- O Codex Vaticanus é provavelmente o mais antigo exemplar da Bíblia em forma completa.

- A primeira tradução completa da Bíblia para o inglês foi feita por Wycliffe, em 1380.

- Martinho Lutero foi o primeiro tradutor da Bíblia para a língua do povo alemão.

- Na biblioteca da Universidade de Gottingen, Alemanha, existe uma Bíblia que foi escrita em 470 folhas de palmeira.

- O primeiro Salmo encontra-se em II Samuel 1:19-27, um lamento de Davi em memória de Saul e seu filho Jônatas.

- O Antigo Testamento termina com uma maldição, e o Novo Testamento termina com uma benção.

- O último livro da Bíblia a ser escrito foi III São João.

- Há 3573 promessas na Bíblia.

- Dos quatro evangelistas só dois andaram com Jesus; Marcos e Lucas não foram seus discípulos.

- Todos os versos do Salmo 136 terminam com o mesmo estribilho: "Porque a Sua misericórdia dura para sempre."

- O profeta que veio depois de Malaquias foi João Batista.

- Judas foi o único dos doze apóstolos que não era Galileu.

- João era o discípulo mais jovem dos doze.

- Quem foram os únicos homens que jejuaram 40 dias e 40 noites? Jesus (Mateus 4), Elias (I Reis 19:8) e Moisés (Deuteronômio 9:9).

- Os versículos 8, 15, 21 e 31 do Salmo 107 são iguais.


Retirado do blog: curiosidadescatolicas.blogspot.com, visite!

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Se começarmos a orar... a universidade treme!

Oi pessoal, vamos começar a nos mobilizar seja pela net, seja através de cartazes mas principalmente através de nossas orações para que realmente Cristo venha habitar em nossos corações a cada dia!